Auxílio para filhos no Japão

Auxílios para filhos no Japão: saiba o que você tem direito

Esse é aquele artigo que se você tem filhos no Japão você precisa ler !!!

Olá meus otomodachis.

Neste artigo eu vou falar sobre auxílios que existem aqui no Japão para bebês e crianças. 

A maioria dos auxílios que eu irei apresentar são destinados para famílias carentes. Famílias que estão em vulnerabilidade social, que realmente necessitam de ajuda do governo, que estão, inclusive cadastradas no Seikatsu hogo. Para quem não sabe, o Seikatsu hogo é uma ajuda mensal do governo destinada a pessoas que não conseguem emprego.

Se você está nesta situação, notifique agora mesmo a prefeitura da sua cidade. Tenho certeza que terá auxílios que podem te dar suporte neste momento difícil que você está passando.

Fica comigo até o final que você vai descobrir muita coisa que talvez possa de ajudar.

Auxílios destinados a bebês

Logo quando a criança nasce aqui no Japão ela já começa a receber o Jidou teate (児童手当), que alguns brasileiros chamam de ajuda do leite.

O benefício Jidou teate oferece de ¥5,000 a ¥15,000, a depender do salário dos pais (os valores podem ser menores caso os pais ganhem bem).

Usando como base o salário que os estrangeiros recebem:

  • Crianças até 3 anos recebem ¥15,000
  • Crianças de 3 a 12 anos (término do Shougakkou 小学校) recebem ¥10,000
  • Terceiro filho ainda recebe ¥15,000

Outro auxílio que você começa a receber logo nos primeiros meses de vida do seu filho, é a ajuda hospitalar. Com o auxílio hospitalar você não precisa pagar quase nada.

Você precisa pagar apenas pelo o que o hoken não cobre. Por exemplo, algumas vacinas. “Se o hoken cobre é de graça” – pensem assim para poder saber o que é pago (entenda um pouco mais sobre como funciona atendimentos hospitalares no Japão lendo este e este artigo).

Veja o conteúdo deste artigo em formato de vídeo. Aperte o play

Se atentem que esse benefício pode mudar de província para província, mas a maioria das províncias disponibilizam o auxílio até o fim do Chuugakkou 中学校. Entretanto, algumas províncias oferecem auxílio hospitalar até os 18 anos!

Um cartão de descontos é outro auxílio que você ganha logo quando seu bebê nasce. Quem fornece é a sua província, e cada província dá um nome e ícone diferentes, mas a maioria se chama Kosodate shien pasupoto 子育て支援パスポート.

Com o cartãozinho você consegue descontos em lojas e restaurantes. O estabelecimento que aceitar o desconto tem o ícone do cartãozinho no caixa, basta você apresentar a documentação necessária para ganhar o desconto.

Exemplo do ícone do Cartão de Desconto da cidade de Saitama. O mesmo ícone aparecerá nas lojas e restaurantes parceiros.

Na cidade de Saitama, não é um cartão e sim aplicativo de smartphone. Quando você for requerer os descontos basta mostrar o aplicativo na hora da compra ou pagamento.

As cidades aqui do Japão prestam auxílio para vacinas também. A maioria das vacinas são de graça. Assim que seu neném nasce, é fornecido uma lista com todas as vacinas necessárias, as datas de vacinação e formulários para cada vacina.

Um lembrete!

Regulamentações, formulários, datas e vacinas oferecidas variam de cidade para cidade. Caso você se mude, irá precisar refazer todos os formulários e requerer um novo cartão de descontos (e se atentar para as datas de vacinação também). Ou seja, você não consegue reutilizar os formulários de uma cidade para outra, e em caso de mudança de província o cartão muda também.

Em relação a data de vacinação, você precisa estar atento. Cada vacina tem data e idade certa para serem tomadas. Se você, por ventura, perder os prazos a vacina deixa de ser gratuita.

E a partir de outubro de 2019 as creches aqui do Japão ficaram de graça para crianças de 3 a 5 anos. Saiba como funciona as creches gratuitas e o que você precisa pagar a parte lendo este artigo. E se você é mãe solteira, saiba que você tem direito a vários benefícios, leia este artigo e entenda melhor.

Auxílios destinados a crianças em idade escolar

Shuugaku enjyo seido é um dos benefícios destinados a famílias carentes que possuem filhos no Ensino Fundamental. Esse auxílio serve para custear gastos com alimentação, material escolar e álbum escolar, por exemplo.

Não sei se vocês sabem, mas o Shougakkou e Chuugakkou (Ensino Fundamental) é obrigatório! E é por isso que o governo oferece alguns auxílios para as famílias mais carentes. Para entender melhor como funciona o Shuugaku enjyo seido e ter acesso a documentação para pedido de bolsa, clique aqui.

Passado o Ensino Fundamental, o Koukou (Ensino Médio), não era gratuito nem para as famílias menos favorecidas. Entretanto, a partir desse ano de 2020 o Koukou ficou de graça. Mas se atente para um ponto: é de graça apenas depois que seu filho ingressa no Koukou, ou seja, você irá precisar desembolsar um dinheiro inicial.

Além disso, apenas a mensalidade é gratuita no Koukou, o restante você ainda terá que desembolsar. Material, livros, excursão e alimentação é por conta da família. Porém, existe o Koukouseitou shogaku kyuufukin, seria como se fosse uma bolsa para estudantes do Ensino Médio. E, assim como nos outros auxílios, os valores e cobertura variam de província para província.

Para entender melhor como funciona o Koukou seitou shogaku kyuufukin e ter acesso a documentação para pedido de bolsa, clique aqui.

Você também precisa ter em mente que as vezes seu filho pode escolher uma escola particular, que terá custos mais altos com material e mensalidade, por exemplo. O Ensino Médio privado também oferece descontos para famílias menos favorecidas, mas ainda sim haverá custos.

Por isso, e por outros motivos, é tão importante planejar o futuro dos seus filhos. Eu tenho um artigo ótimo aqui no blog sobre como se organizar financeiramente para o futuro dos filhos, clique e leia.

Se você tem dificuldades para se organizar financeiramente, você pode participar do meu curso, o Shoshinsha Financeiro. No meu curso eu ensino TUDO sobre finanças aqui no Japão. Em breve eu vou abrir vagas para a próxima turma, se inscreva para não perder a oportunidade.

Auxílios destinados ao Ensino Superior

Para faculdades e cursos técnicos, aqui no Japão temos uma bolsa que o governo oferece, o Shougaku kin. E apesar de falarmos em bolsa, na verdade está mais próximo de empréstimos estudantis sem juros, o chamado Dai ishu (com juros é chamado de dai nishu).

Além de não ser fácil conseguir um dai ishu, este também é um benefício voltado para as famílias carentes. Se você for interessado e procurar em sua cidade ou província, irá achar outras bolsas de estudo, como por exemplo bolsas de intercâmbio.

Não sei se todos sabem, mas a faculdade pública aqui do Japão não é de graça. Ela é metade do preço de um particular, porém ainda é um custo alto. Além da mensalidade, temos os materiais e atividades extras que não são baratas.

Eu sei porque me formei na universidade pública de Saitama, então eu sei que mesmo com as bolsas os custos existem e não são baratos.

Há um tempo atrás, uma amiga minha queria muito fazer enfermagem. Eu, como ótima amiga que sou, pesquisei para saber se existia alguma bolsa. Acabei descobrindo que na província que ela morava, se o morador fizesse um curso superior ou técnico de enfermagem e prometesse ao governo que iria trabalhar em algum hospital da província, ele ganharia uma bolsa.

Para entender melhor como funciona o Shougaku kin e ter acesso a documentação para pedido de bolsa, clique aqui.

Esse tipo de ajuda existe, basta você ir atrás para descobrir.

Você também pode se informar com professores e na prefeitura sobre auxílios vigentes na província.


Quero salientar que cabe a nós pais dar todo o suporto necessário para que nossos filhos alcancem seus objetivos. Dar a melhor educação que conseguimos é uma forma de apoiar os sonhos deles.

Todo o suporte que nós damos para eles, possibilita que no futuro ele possa ajudar mais pessoas, assim como eu ajudo vocês.

Maravilhoso o que estamos construindo juntos!


Até o próximo artigo!

Se inscreva para futuras vagas do curso Shoshinsha Financeiro!

Não é inscrito ainda no canal? Se inscreva!

Acesse ao Blog

Me siga no Facebook e no Instagram

Deixe um comentário