Declaração de imposto de renda no Japão

Declaração de Imposto de Renda no Japão – Exemplos de Deduções

Declaração de Imposto de Renda no Japão

Olá meus amigos e amigas que sempre estão por aqui! Tudo bem com vocês?

Começaremos a saga do Kakutei Shinkoku – Declaração de imposto de renda – deste ano agora na metade de fevereiro e estou aqui para esclarecer algumas dúvidas e ensinar você também algumas coisas que podem ser deduzidas nesta declaração.

Então nesse artigo irei falar sobre:

  • Quem precisa fazer o Kakutei Shinkoku? A declaração de imposto de renda.
  • O que pode ser deduzido na declaração de imposto de renda?

Se você tem essas dúvidas sobre a declaração de imposto de renda no Japão, me acompanhe aqui!

Kakutei Shinkoku, quem precisa fazer?

Todos aqueles que não são assalariados empregados precisam fazer a declaração de imposto de renda no Japão. Autônomos, freelancers ou aqueles que trabalham em 2 locais. Como assim?

Todos os assalariados, pagam um pouquinho do imposto de renda adiantadamente no seu próprio salário de todos os meses. Isso é chamado de Gensen Tyoushuu e você pode olhar no seu holerite que vai ter uma parte escrita Shotokuzei e uma certa quantia descontada todos os meses.

Gensen

No final do ano, é feito um reajuste desse tanto de imposto de renda que você veio pagando, e isso é chamado de Nenmatsu Tyousei. Para fazer esse reajuste certinho, o seu kaisha ou a sua empreiteira te entrega um papelzinho como esse que eu vou deixar aqui, para você declarar seus dependentes ou outras coisas que podem ser abatidas no imposto.

Nenmatsu Tyousei

Então quem trabalha em 2 lugares, ou que mudaram de emprego e não entregaram o gensen do emprego anterior, precisa fazer por conta o Kakutei Shinkoku, já que esse nenmatsu tyousei não vai ser calculado de uma forma precisa.

declaração de imposto de renda no japão

O que pode ser deduzido?

Vou colocar aqui alguns exemplos do que você pode estar colocando na sua declaração de imposto de renda, mas existem outros tipos de dedução.

Dedução em japonês é chamado de Koujyo, por isso você verá muitos Koujyos por aqui!

  1. Fuyou Koujyo – Dependentes
  2. Haiguusha Koujyo – Cônjuge dependente
  3. Iryouhi Koujyo – Despesas médicas
  4. Seimei Hokenryou Koujyo – Seguro de vida
  5. Jishin Hoken Koujyo – Seguro de terremoto
  6. Shakai Hokenryou Koujyo – Seguro saúde
  7. Kinrou Gakusei Koujyo – Estudantes que trabalham
  8. Kifukin Koujyo – Doações

E quando tiver na dúvida se é uma coisa que pode ser deduzida no imposto de renda ou não, veja se é algo que o governo apoia em você ter ou fazer. Por exemplo, o Jishin Hoken Koujyo, que é o seguro de terremoto, é muito bom que todos façam, pois em caso de terremotos em grande escala como o que teve em 2011, ajuda muito no bolso do governo caso você tenha o seu próprio seguro de terremoto. Já pensou quantas famílias eles ¨ëconomizaram¨ na ajuda por elas terem um seguro de terremoto no próprio imóvel?

Claro que é para o seu próprio bem também! Mas isso foi só um exemplo.

Veja aqui 5 situações onde fazendo a declaração de imposto, o seu dinheiro pode voltar!


E qualquer dúvida que surgir, entrem em contato com a receita. Nessa época do ano eles estão super preparados para dar o apoio necessário para os declarantes, inclusive até introduziram um sistema através de smartphones! Se for bom, ano que vem estarei aqui apresentando com mais detalhes para vocês!

Essa foi só uma introdução, se tiver interesse em saber mais sobre algum tipo de Koujyo é só deixar nos comentários que irei fazer outro artigo ou vídeo relacionado ao assunto Ok?

Obrigada por sempre estar aqui me apoiando, e o que estiver no meu alcance farei o mesmo sempre!

Até mais!



Se cadastre para futuras vagas do curso Shoshinsha Financeiro e garanta a sua!


Se quiser ter essas dicas fresquinhas, se cadastre no Blog e receba as notificações!

E me acompanhe nas redes sociais também! Lá você terá dicas valiosas diariamente.

Instagram: https://www.instagram.com/clarissemiamoto/

Facebook: https://www.facebook.com/clarissemiamoto/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *