Como juntar dinheiro no Japão

Como juntar dinheiro no Japão – 5 passos para alavancar a sua vida financeira

Como juntar dinheiro no Japão

Oi gente!
Quem aqui não está no Japão por causa da questão financeira? Ou quem aqui está porque gosta do Japão, mas a situação financeira não é como esperava ser.

Estou aqui para ajudar o seu 2020 ser mais rico e próspero aqui no Japão!
E vou te dar 6 dicas em base do que já passei, pois o inteligente é aquele que aprende com os erros e acerto dos outros não é mesmo? Então aprenda comigo!

1. Seja curioso e corra atrás

Esse é o primeiro passo essencial para dar certo em qualquer área, não só na vida financeira, mas na profissional, educacional, e até amorosa! rs

Ser curioso não é apenas ter curiosidade de tudo e sair correndo nos grupos do facebook e do whats ou do line tirando suas dúvidas. Ser curioso é correr atrás dessa curiosidade, através de fontes com informações verídicas e de preferência através de profissionais.

Quando você carrega uma informação de uma pessoa que não é especialista do assunto, o risco que você corre de ter a informação errada ou desestruturada é muito alta. Já conheceu alguém que sempre vivia gripado, e quando foi no médico foi diagnosticado com Kafunshô? (Alergia a pólen). Talvez a mãe ou os amigos em volta deram várias dicas de chás com gengibres que nunca iriam resolver esse problema.

2.Saiba exatamente quanto que você tem na carteira.

Essa dica é um pouco tanto óbvia, porém muito importante. Saber o quanto você tem na carteira não se diz respeito apenas a carteira física, mas o quanto você tem no banco e em aplicações (caso esteja investindo).

Ter o controle de quanto entra e quanto sai é o primeiro passo para uma vida financeira saudável. Caso você ainda não tenha esse controle, comece com os bloquinhos e caderninhos de anotações. Registre todos os seus gastos. Em japonês chamamos isso de Kakei-bô, e existem vários aplicativos que você pode estar usando para te ajudar.

3.Economizar e Poupar

Economizar em japonês é Setsuyaku, que significa diminuir os gastos desnecessários. Ou seja, aquele almoço fora de final de semana que poderia ser feito em casa, aquela luz acesa do corredor que poderia estar apagada, aquela picanha que é substituível por uma alcatra, tudo isso são gastos desnecessários. Você sobrevive sem eles.
E todas aquelas contas desnecessárias, ou que podem ser substituível por outras companhias mais em conta também questões que podem ser economizadas. Sobre isso eu tenho vários artigos aqui, e procure na lupa ou categorias de ¨dicas como economizar¨.

Poupar em japonês é Tyoyiku ou Tyokin, que significa acumular. Aquela quantia que você conseguiu economizar é hora de poupar. Aqui vai um segredo que não falei no vídeo: Poupe antes de economizar.
Como assim? Retire uma quantia fixa mensalmente antes de pagar as contas ou retirar uma quantia para compras mensais. E com essa quantia faça a próxima dica.

4. Invista

Invista esse dinheiro que foi poupado com tanto suor. Eu recomendo o Toushi Shintaku que são fundos de aplicações, e também recomendo retirar uma quantia para o iDeco, que também são fundos de aplicações, porém que fazem parte de uma previdência privada para você no futuro.

A vantagem do iDeco é que você além de ficar totalmente isento do imposto de renda sobre essa aplicação, você ainda consegue deduzir outros impostos. Um pouquinho mais sobre previdência privada você pode ler aqui.

Outra forma de ficar isento do imposto de renda do lucro da aplicação é o NISA. E como sugiro que essa aplicação, esse investimento, seja mensal, é importante você estar escolhendo o Tsumitate NISA na hora de abrir a sua conta em alguma corretora japonesa.

Caso não esteja entendendo nada com nada do que estou escrevendo aqui, sugiro também que se inscreva para futuras vagas do Curso Shoshinsha Financeiro. Assim você terá minha total assistência e dedicação para aprender sobre investimentos aqui no Japão.

Uma comparação de corretoras japonesas você pode ver nesse link: https://minkabu.jp/hikaku/

5. Não deixe que a língua japonesa seja uma barreira na sua vida

Uma outra forma de investimento que eu sugiro é na carreira profissional e no negócio próprio. Muitos vieram para o Japão a procura de uma vida melhor. Ou simplesmente cresceram aqui como eu, e mesmo muitos anos de Japão a língua se torna uma barreira muito grande para conseguir alcançar alguns objetivos.

Aprender a língua japonesa é uma forma de suprir essa necessidade, porém dependendo do seu objetivo isso pode demorar anos.

Uma coisa que eu falo em alguns artigos é para você contratar alguém que domine a língua japonesa, caso essa seja a ferramenta que está faltando para você alcançar os seus sonhos.

Se for um negócio próprio, crie um braço direito que possa te ajudar a atender os clientes ou negociar com fornecedores. Se você domina a arte de fotografia, trabalhe como freelancer nas plataformas japonesas. Existem várias específicas para fotografias e edição de imagens. Você precisará das palavras-chaves e negociar com o cliente, porém isso não é nada que um bom tradutor não consiga fazer também.


O que eu quero dizer aqui, é para você não desistir dos seus sonhos pelos obstáculos que enxerga logo a frente.

Eu gosto de ter objetivos ao invés de sonhos. Crie uma meta extraordinária para 2020.

Vou economizar x ienes por mês.
Vou poupar y ienes por mês
Vou investir o dinheiro poupado.
Vou dar início no meu negócio próprio com o valor investido.

Para isso eu preciso pesquisar, obter as informações necessárias, e contratar alguém que domine a língua para me auxiliar.

Viram que todas as dicas desse artigo levam você aonde você quer chegar?
Então siga elas, e tenha um 2020 maravilhoso!!

Um Feliz ano novo a todos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *